Until Dawn: Rush of Blood – terror e adrenalina em realidade virtual

Until Dawn: Rush of Blood é um game em primeira pessoa de tiro estilo arcade. Ele é baseado em personagens e imagens da história de horror interativa lançada em 2015, que carrega o mesmo nome do game.

O jogo, que tem o ambiente sombrio e o suspense como pano de fundo,  transcorre através de um trilho de montanha-russa, que percorre um parque de diversões mal assombrado, bem como outros ambientes tenebrosos, todos recheados por zumbis, criaturas estranhas e palhaços do mal.

O trailer oficial do game mostra um pouco do que esperar nessa aventura que promete muita emoção e sustos.

Começa tranquilo e vai esquentando…

Após um breve treinamento para entender a dinâmica dos controles e como manusear e acertar os alvos com suas armas, você começa a sua aventura através dos tuneis sombrios do parque. O ambiente escuro e a iluminação feita através de lanternas aumentam o suspense da trama. Aliás, os feixes de luz que proveem de ambas as armas, além de dar um toque sombrio ao ambiente, servem como uma espécie de mira laser que, na ausência de um ponto específico no alvo, possibilitam acertar objetos distantes no meio da escuridão.

A mecânica de tiro é simples e fácil de entender – independente se você vai utilizar o DualShock 4 ou os Move Batons. É um ponto positivo do game,  você vai se sentir confiante e ágil com qualquer um dos controladores. Como você sempre estará empunhando duas armas de fogo, quando os Move Batons são utilizados, você pode controlá-las de forma independente, já com DualShock 4, as armas funcionam em bloco. É uma pequena desvantagem, mas não interfere de forma significativa em termos de facilidade de uso.

until dawn: rush of blood review

unitil dawn: rush of blood review

O primeiro nível se passa sem muitas surpresas, sendo que o game começa a exibir um maior potencial de “sustos” no segundo nível, o qual transcorre através de um passeio sinuoso em um matadouro de suínos gigantes. Depois de algumas voltas em silêncio dentro de um galpão cheio de carcaças de grandes dimensões, as máquinas de matar entram em ação, daí você se depara com um turbilhão de ruídos – principalmente lâminas e porcos gritando. É uma sequência incrivelmente sangrenta na qual se passam algumas das imagens mais forte em todo o jogo.

Until Dawn: Rush of Blood exibe sete níveis no total, sendo que pode ser completado em mais ou menos duas horas. Durante a trama, você pode pegar caminhos escondidos, mudando a direção dos trilhos quando possível – nesses ambientes pode-se acessar itens colecionáveis e novas armas.

Until Dawn: Rush of Blood – Muito do mesmo, é o maior problema

O game enfrenta um problema que possivelmente irá trazer algum desânimo para os gamers mais exigentes. Após um começo divertido e excitante, os ambientes tornam-se cada vez menos interessantes e repetitivos, deparar-se com a mesma combinação de desenhos, inimigos e situações passa uma sensação de falta de inspiração e torna o jogo chato em alguns momentos. O que no início era estimulante e desafiador, como monitorar o ambiente por exemplo, passa a ser feito mais por obrigação que por uma necessidade própria da trama.

Ponto positivo de “corrida de sangue” que pode ser considerado um “rail shooter” bastante normal, é a capacidade de olhar ao redor proporcionada pela realidade virtual. Quando você percebe algo andando ao lado ou atrás de você e tem que agir perante essas situações torna o jogo bastante envolvente.

Until Dawn: Rush of Blood está entre os games em realidade virtual mais aguardados para 2016/2017 – Veja a lista completa!

Deixe um comentário: